Pré-requisitos mínimos para ser um intelectual ocidental

Segundo Mortimer J. Adler e Charles Van Doren, autores do clássico “Como Ler Livros“, as obras da cultura ocidental que “valem a pena” serem lidas, ou seja, aqueles livros que para serem lidos requerem esforço do leitor em algum sentido e que após terminada a leitura ampliam seu horizonte de consciência, compõem a lista de 137 autores apresentada logo abaixo e configuram-se pré-requisitos mínimos.

Especialistas afirmam que esta lista é fundamental para a formação do intelectual no ocidente.

Confira os títulos e autores para determinar se seus esforços estão na direção correta ou se está perdendo tempo com obras que te afastam da intelectualidade ao invés de auxiliar em sua busca:

  1. Homero (século IX a.C.?)
    * Ilíada
    *Odisseia
  2. Velho Testamento
  3. Ésquilo (c. 525 – 456 a.C.)
    *Tragédias
  4. Sófocles (c. 495 – 406 a.C.)
    *Tragédias
  5. Heródoto (c. 484 – 425 a.C.)
    *História (das Guerras Persas)
  6. Eurípides (c. 485 – 406 a.C.)
    *Tragédias (especialmente Medeia, Hipólito, Bacantes)
  7. Tucídides (c. 460 – 400 a.C.)
    *História da Guerra do Peloponeso
  8. Hipócrates (c. 460 – 377? a.C.)
    *Textos médicos
  9. Aristófanes (c. 448 – 380 a.C.)
    * Comédias (especialmente As Nuvens, Os Pássaros, As Rãs)
  10. Platão (c. 427 – 347 a.C.)
    *Diálogos (especialmente República, Banquete, Fédon, Mênon, Apologia de Sócrates, Fedro, Protágoras, Górgias, Sofista, Teeteto)
  11. Aristóteles (c. 384 – 322 a.C.)
    *Obras (especialmente Organon, Física, Metafísica, Da Alma, Ética a Nicômaco, Política, Retórica, Poética)
  12. ** Epicuro (c. 341 – 270 a.C.)
    Carta a Heródoto
    Carta a Meneceu
  13. Euclides (fi. c. 300 a.C.)
    *Elementos (de Geometria)
  14. Arquimedes (c. 287 – 212 a.C.)
    * Obras (especialmente Do Equilíbrio dos Planos, Dos Flutuantes, O Arenário)
  15. Apolônio de Perga (fi. c. 240 a.C.)
    *Sobre as Seções Cônicas
  16. ** Cícero (106 – 43 a.C.)
    Obras (especialmente Orações, Da Amizade, Sobre a Velhice)
  17. Lucrécio (c. 95 – 55 a.C.)
    *Sobre a Natureza das Coisas
  18. Virgílio (70 – 19 a.C.)
    * Obras
  19. Horácio (65 – 8 a.C.)
    Obras (especialmente as Odes e as Epodos, e A Arte da Poesia)
  20. Lívio (58 a.C. – 17 d.C.)
    História de Roma
  21. Ovídio (43 a.C. – 17 d.C.)
    Obras (especialmente as Metamorfoses)
  22. ** Plutarco (c. 45 – 120)
    *Vidas dos Nobres Gregos e Romanos
    Moralia
  23. ** Tácito (c. 55 – 117)
    *Histórias
    *Anais
    Agrícola
    Germânia
  24. Nicômaco de Gerasa (fi. c. 100)
    *Introdução à Aritmética
  25. ** Epicteto (c. 60 – 120)
    *Discursos
    Enchyridion (Manual)
  26. Ptolomeu (c. 100 – 178; fl. 127 – 151)
    * Almagesto
  27. ** Luciano (c. 120 – c. 190)
    Obras (especialmente Sobre o Modo de Escrever História, Uma História Verídica, Leilão de Vidas)
  28. Marco Aurélio (121 – 180)
    *Meditações
  29. Galeno (c. 130 – 200)
    *Sobre as Faculdades Naturais
  30. Novo Testamento
  31. Plotino (205 – 270)
    *Enéadas
  32. Santo Agostinho (354 – 430)
    Obras (especialmente Sobre o Ensino, *Confissões, *A Cidade de Deus, *A Doutrina Cristã)
  33. A Canção de Rolando (século XII?)
  34. A Canção do Nibelungo (século XIII)
    (A Saga dos Volsungos é a versão escandinava dessa mesma lenda.)
  35. A Saga de Njal
  36. Santo Tomás de Aquino (c. 1225 – 1274)
    *Suma Teológica
  37. ** Dante Alighieri (1265 – 1321)
    Obras (especialmente Vida Nova, Sobre a Monarquia e A Divina Comédia)
  38. Geoffrey Chaucer (c. 1340 – 1400)
    Obras (especialmente * Troilo e Créssida e * Os Contos de Canterbury)
  39. Leonardo da Vinci (1452 – 1519)
    Cadernos
  40. Nicolau Maquiavel (1469 – 1527)
    *O Príncipe
    Discursos sobre a Primeira Década de Tito Lívio
  41. Erasmo de Rotterdam (c. 1469 – 1536)
    O Elogio da Loucura
  42. Nicolau Copérnico (1473 – 1543)
    *Sobre as Revoluções das Esferas Celestiais
  43. Thomas More (c. 1478 – 1535)
    Utopia
  44. Martinho Lutero (1483 – 1546)
    Três Tratados
    Conversas à Mesa
  45. François Rabelais (c. 1495 – 1553)
    * Gargântua e Pantagruel
  46. João Calvino (1509 – 1564)
    Institutos da Religião Cristã
  47. Michel de Montaigne (1533 – 1592)
    *Ensaios
  48. William Gilbert (1540 – 1603)
    *Sobre o lmã e os Corpos Magnéticos
  49. Miguel de Cervantes (1547 – 1616)
    *Dom Quixote
  50. Edmund Spenser (c. 1552 – 1599)
    Protalâmio
    A Rainha das Fadas
  51. ** Francis Bacon (1561 – 1626)
    Ensaios
    *A Evolução do Aprendizado
    *Novo Organum
    *Nova Atlântida
  52. William Shakespeare (1564 – 1616)
    * Obras
  53. ** Galileu Galilei (1564 – 1642)
    O Mensageiro das Estrelas
    *Duas Ciências Novas
  54.  Johannes Kepler (1571 – 1630)
    * Epítome da Astronomia de Copérnico
    *Sobre a Harmonia do Mundo
  55. William Harvey (1578 – 1657)
    *Sobre o Movimento do Coração e do Sangue nos Animais
    *Sobre a Circulação do Sangue
    *Sobre a Geração dos Animais
  56. Thomas Hobbes (1588 – 1679)
    *Leviatã
  57. René Descartes (1596 – 1650)
    *Regras para a Direção da Mente
    *Discurso sobre o Método
    *Geometria
    *Meditações sobre a Primeira Filosofia
  58. John Milton (1608 – 1674)
    Obras (especialmente * Poemas Curtos, * Areopagitica, *Paraíso Perdido e * Samson Agonistes [Sansão Guerreiro])
  59. ** Moliere (1622 – 1673)
    Comédias (especialmente O Misantropo, Escola de Mulheres, O Doente Imaginário e Tartufo)
  60. Blaise Pascal (1623 – 1662)
    *As Cartas da Província
    *Pensamentos
    *Tratados científicos
  61. Christiaan Huygens (1629 – 1695)
    *Tratado sobre a Luz
  62. Espinosa (1632 – 1677)
    *Ética
  63. John Locke (1632 – 1704)
    *Carta sobre a Tolerância
    *Sobre o Governo Civil (o segundo dos Dois Tratados sobre o Governo)
    *Ensaio sobre o Entendimento Humano
    Alguns Pensamentos sobre a Educação
  64. Jean Baptiste Racine (1639 – 1699)
    Tragédias (especialmente Andrômaca e Fedra)
  65. Isaac Newton (1642 – 1727)
    * Philosophia: Naturalis Principia Mathematica
    *Óptica
  66. Gottfried Wilhem von Leibniz (1646 – 1716)
    Discurso de Metafísica
    Novos Ensaios sobre o Entendimento Humano
    A Monadologia
  67. ** Daniel Defoe (1660 – 1731)
    Robinson Crusoé
  68. ** Jonathan Swift (1667 – 1745)
    História de um Tonel
    Diário para Stella
    *As Viagens de Gulliver
    Modesta Proposição
  69. William Congreve (1670 – 1729)
    Assim Vai o Mundo
  70. George Berkeley (1685 – 1753)
    * Tratado sobre os Princípios do Conhecimento Humano
  71. Alexander Pope (1688 – 1744)
    Ensaio sobre a Crítica
    O Rapto da Madeixa
    Ensaio sobre o Homem
  72. Charles de Secondat, barão de Montesquieu (1689 – 1755)
    Cartas Persas
    *0 Espírito das Leis
  73. ** Voltaire (1694- 1778)
    Cartas Filosóficas
    Cândido
    Dicionário Filosófico
  74. Henry Fielding (1707 – 1754)
    Joseph Andrews
    *Tom fones
  75. ** Samuel Johnson (1709 – 1784)
    A Vaidade dos Desejos Humanos
    Dicionário
    A História de Rasselas, Príncipe da Abissínia
    Vidas dos Poetas Ingleses (especialmente os ensaios sobre Milton e Pope)
  76. ** David Hume (1711 – 1776)
    Tratado sobre a Natureza Humana
    Ensaios Morais e Políticos
    Uma Investigação sobre o Entendimento Humano
  77. ** Jean Jacques Rousseau (1712 – 1778)
    *Discurso sobre a Origem da Desigualdade
    *Discurso sobre a Economia Política
    Emílio
    *O Contrato Social
  78. Laurence Sterne (1713 – 1768)
    * Tristram Shandy
    Viagem Sentimental através da França e da Itália
  79. Adam Smith (1723 – 1790)
    Teoria dos Sentimentos Morais
    *Riqueza das Nações
  80. ** lmmanuel Kant (1724 – 1804)
    *Crítica da Razão Pura
    *Princípios Fundamentais da Metafísica da Moral
    *Crítica da Razão Prática
    *Doutrina do Direito
    *Crítica da Faculdade do Juízo
    A Paz: Perpétua
  81. Edward Gibbon (1737 – 1794)
    *Declínio e Queda do Império Romano
    Autobiografia
  82. James Boswell (1740 – 1795)
    Journal [Diário] (especialmente o London lournal [Diário de Londres])
    *Vida de Samuel Johnson
  83. Antoine Laurent Lavoisier (1743 – 1794)
    *Elementos de Química
  84. John Jay (1745 – 1829), James Madison (1751 – 1836) e Alexander Hamilton (1757 – 1804)
    O Federalista (também *Artigos da Confederação, * Constituição dos Estados Unidos e *Declaração de Independência)
  85. Jeremy Bentham (1748 – 1832)
    Uma Introdução aos Princípios da Moral e da Legislação
    Teoria das Ficções
  86. Johann Wolfgang von Goethe (1749 – 1832)
    *Fausto
    Poesia e Verdade
  87. Jean-Baptiste Joseph Fourier (1768 – 1830)
    * Teoria Analítica do Calor
  88. Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770 – 1831)
    Fenomenologia do Espírito
    *Princípios da Filosofia do Direito
    *Filosofia da História
  89. William Wordsworth (1770 – 1850)
    Poemas (especialmente Lyrícal Ballads [Baladas Líricas] , Lucy Poems [Poemas de Lucy] , sonetos; The Prelude [0 Prelúdio])
  90. Samuel Taylor Coleridge (1772 – 1834)
    Poemas (especialmente “Kubla Khan” e “A Balada do Velho Marinheiro”)
    Biografia Literária
  91. Jane Austen (1775 – 1817)
    Orgulho e Preconceito
    Em ma
  92. ** Karl von Clausewitz (1780 – 1831)
    Sobre a Guerra
  93. Stendhal (1783 – 1842)
    O Vermelho e o Negro
    A Cartuxa de Parma
    Sobre o Amor
  94. George Gordon, Lord Byron (1788 – 1824)
    Don Juan
  95. ** Arthur Schopenhauer (1788- 1860)
    Estudos sobre o Pessimismo
  96. ** Michael Faraday (1791 – 1867)
    A História Química de uma Vela
    *Pesquisas Experimentais em Eletricidade
  97. ** Charles Lyell (1797 – 1867)
    Princípios de Geologia
  98. Auguste Comte (1798 – 1857)
    Curso de Filosofia Positiva
  99. ** Honoré de Balzac (1799 – 1850)
    O Pai Goriot
    Eugénie Grandet
  100. ** Ralph Waldo Emerson (1803 – 1882)
    Homens Representativos
    Ensaios
    Diário
  101. ** Nathaniel Hawthorne (1804 – 1864)
    A Letra Escarlate
  102. ** Alexis de Tocqueville (1805 – 1859)
    A Democracia na América
  103. ** John Stuart Mill (1806 – 1873)
    Sistema de Lógica Dedutiva e Indutiva
    *Sobre a Liberdade
    *Considerações sobre o Governo Representativo
    *Utilitarismo
    A Sujeição das Mulheres .
    Autobiografia
  104. ** Charles Darwin (1809 – 1882)
    *A Origem das Espécies
    *A Descendência do Homem
    Autobiografia
  105. ** Charles Dickens (1812 – 1870)
    Obras (especialmente As Aventuras do Sr. Pickwick, David Copperfield e Tempos Difíceis)
  106. ** Claude Bernard (1813 – 1878)
    Uma Introdução ao Estudo da Medicina Experimental
  107. ** Henry David Thoreau (181 7 – 1862)
    Desobediência Civil
    Walden
  108. Karl Marx (1818 – 1883)
    *O Capital (também *O Manifesto Comunista)
  109. George Eliot (1819 – 1880)
    Adam Bede
    Middlemarch
  110. ** Herman Melville (1819 – 1891)
    Moby Dick
    Billy Budd
  111. ** Fiódor Dostoiévski (1821 – 1881)
    Crime e Castigo
    O Idiota
    *Os Irmãos Karamázov
  112. ** Gustave Flaubert (1821 – 1880)
    Madame Bovary
    Três Histórias
  113. Henrik Ibsen (1828 – 1906)
    Peças (especialmente Hedda Gabler, Casa de Boneca e O Pato Selvagem)
  114. Leon Tolstói (1828 – 1910)
    *Guerra e Paz
    Anna Karenina
    O Que é Arte?
    Contos
  115. ** Mark Twain (1835 – 1910)
    As Aventuras de Huckleberry Finn
    The Mysterious Stranger [0 Estrangeiro Misterioso]
  116. ** William James (1842 – 1910)
    *Princípios de Psicologia
    As Variedades da Experiência Religiosa
    Pragmatismo
    Ensaios de Empirismo Radical
  117. ** Henry James (1843 – 1916)
    Os Americanos
    Os Embaixadores
  118. Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844 – 1900)
    Assim Falou Zaratustra
    Além do Bem e do Mal
    Genealogia da Moral
    Vontade de Potência
  119. Jules Henri Poincaré (1854 – 1912)
    Ciência e Hipótese
    Ciência e Método
  120. Sigmund Freud (1856 – 1939)
    *A Interpretação dos Sonhos
    *Conferências Introdutórias à Psicanálise
    *0 Mal-Estar da Civilização
    *Novas Conferências Introdutórias à Psicanálise
  121. ** George Bernard Shaw (1856 – 1950)
    Peças (e seus prefácios; especialmente Homem e Super-Homem, Major Barbara, César e Cleópatra, Pigmalião e Santa Joana)
    A referência original (Twenty-Three Tales) é a uma antologia publicada em 1907.
  122. ** Max Planck (1858 – 1947)
    Origin and Development of the Ouantum Theory [Origem e Desenvolvimento da Teoria Quântica]
    Where is Science Going? [Para Onde vai a Ciência?]
    Scientific Autobiography [Autobiografia Científica]
  123. Henri Bergson (1859 – 1941)
    Time and Free Will [Tempo e Livre-Arbítrio]
    Matéria e Memória
    A Evolução Criadora
    As Duas Fontes da Moralidade e da Religião
  124. ** John Dewey (1859 – 1952)
    Como Nós Pensamos
    Democracia e Educação
    Experiência e Natureza
    Lógica – a Teoria da Investigação
  125. ** Alfred North Whitehead (1861 – 1947)
    Introdução à Matemática
    A Ciência e o Mundo Moderno
    Os Fins da Educação e Outros Ensaios
    Aventuras das Ideias
  126. ** George Santayana (1863 – 1952)
    A Vida da Razão
    Skepticism and Animal Faith [Ceticismo e Fé Animal]
    Persons and Places [Pessoas e Lugares]
  127. Lênin (1870 – 1924)
    O Estado e a Revolução
  128. Marcel Proust (1871 – 1922)
    Em Busca do Tempo Perdido
  129. ** Bertrand Russell (1872 – 1970)
    Os Problemas da Filosofia
    Análise da Mente
    An Inquiry into Meaning and Truth [Uma Investigação sobre o Sentido e a Verdade]
    Human Knowledge; Its Scope and Limits [O Conhecimento Humano; seu Alcance e seus Limites]
  130. ** Thomas Mann (1875 – 1955)
    A Montanha Mágica
    José e seus Irmãos
  131. ** Albert Einstein (1879 – 1955)
    O Significado da Relatividade
    Sobre o Método da Física Teórica
    A Evolução da Física (com Leopold lnfeld)
  132. ** James Joyce (1882 – 1941)
    “Os Mortos” (de Dublinenses)
    Retrato do Artista Quando Jovem
    Ulisses
  133. Jacques Maritain (1882 – 1973)
    Arte e Escolástica
    Os Graus do Conhecimento
    Os Direitos do Homem e a Lei Natural
    Humanismo Integral
  134. Franz Kafka (1883 – 1924)
    O Processo
    O Castelo
  135. Arnold Toynbee (1889 – 1975)
    Um Estudo da História
    A Civilização em Julgamento
  136. Jean-Paul Sartre (1905 – 1980)
    A Náusea
    Entre Quatro Paredes
    O Ser e o Nada
  137. Alexander Soljenítsin (1918 – 2008)
    O Primeiro Círculo
    Pavilhão dos Cancerosos

Além da lista de pré-requisitos mínimos

A recomendação da obra de Mortimer J. Adler, “Como ler livros” é evidente, mas além deste livro é também indicado “A Vida Intelectual: Seu espírito, suas condições, seus métodos” de Antonin-Gilbert Sertillanges. Tais indicações foram retiradas do programa True-OutSpeak no qual o professor Olavo de Carvalho as recomendou.

grupo no facebook

Ricardo Luiz Roveran

Aquariano, 36 anos, eterno e apaixonado estudante de filosofia, amante de ciências, escritor, crítico de cinema, literatura e música. Cristão e conservador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>
%d blogueiros gostam disto: